Impostos do MEI

Impostos do MEI. Saiba como é tributado o Micro Empreendedor Individual.

O empresário individual que não possui empresa ou optou pelo Simples Nacional e produz uma receita bruta de até R$ 60.000,00 por ano, trabalha individualmente ou conta com apenas um funcionário recebendo um salário mínimo ou o piso da categoria é enquadrado na modalidade MEI – Microempreendedor Individual.

Os Impostos do MEI – Microempreendedor Individual formalizados são calculados sobre o salário mínimo, com valores fixos, independentes da receita bruta mensal. Esses impostos garantem ao microempreendedor e sua família a cobertura previdenciária, que da direito a aposentadoria por idade, auxílio doença, licença maternidade após prazo de carência.

Os impostos do MEI – Microempreendedor Individual que possui empregado é de 3% sobre o salário que é pago ao empregado, recolhe e paga 8% sobre a remuneração do empregado e paga também 11% sobre o salário mínimo.

Os impostos do MEI – Microempreendedor Individual isentos são:

Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica – IRPJ;
Imposto sobre Produtos Industrializados – IPI;
Contribuição Social sobre o Lucro Líquido – CSLL;
Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social – COFINS;
Contribuição para o PIS/Pasep;
Contribuição Patronal Previdenciária – CPP para a Seguridade Social;
Contribuição de Terceiros.

Imposto do MEI – Microempreendedor Individual

mei1Os impostos cobrados do MEI, para o Município (R$ 5,00 de ISS) e para o Estado (R$ 1,00 de ICMS). Já o INSS será reduzido a 5% do salário mínimo (R$ 33,90). Com isso, o MEI terá direito aos benefícios previdenciários.
O vencimento dos impostos é até o dia 20 de cada mês, passando para o dia útil seguinte caso incida em final de semana ou feriado.

Dessa forma é importante observar que para o MEI – Microempreendedor Individual que não optar pela sistemática do recolhimento em valores fixos mensais (SIMEI) e não tiver empregado, pagará os Impostos do MEI – Microempreendedor Individual como qualquer outro do Simples sobre a CI-Contribuição Individual até dia 15 de cada mês.

E aqueles que optarem pela sistemática do recolhimento em valores fixos mensais (SIMEI) e não tiver empregado, recolherá até o dia 20 de cada mês.

Além dessas vantagens e obrigações com os Impostos do MEI – Microempreendedor Individual poderão contar também com a prestação de serviços de assessoria de algumas empresas especializadas, sem ter que pagar por esse serviço, da mesma forma, os empreendedores receberão consultoria do SEBRAE, cursos e planejamentos de negócios com o objetivo de ajudar e a capacitar os empreendedores, tornando-os mais aptos para manterem e desenvolverem seus negócios buscando sempre melhorar e aperfeiçoar suas capacidades.

Quer saber como se cadastrar no MEI e começar a usufruir das vantages de se ter uma empresa legalizada, acesse nossas matéiras abaixo que vão ajudar você a se tornar MEI.

Cadastro do Mei pela Internet
Inscrição no MEI

Comente (será moderado)